quarta-feira, 27 de junho de 2012

Mãe de Menina X Mãe de Menino


Mãe de menina X Mãe de menino



Já devo ter dito isso aqui algumas vezes.... sempre soube que seria mãe da Isabela. Desde menininha brincava que era mãe da Isabela, todas minhas bonecas chamavam Isabela e tenho uma agenda antiga dos anos 90, tipo diário que fazia que nele está escrito em uma letra bem redondinha de menina apaixonada:
“Vou ser mãe aos 30. E minha filha vai se chamar Isabela. Produção independente ou não!”
Kkkkkk

E assim se fez minha história. Fui mãe aos 30. Da Isabela, desde o dia que soube que estava grávida esse era o nome escolhido. Não havia nome de menino e eu tinha certeza absoluta que seria menina, minha Isabela! Como amei e curti a gravidez.... fui abençoada, não tive enjôos, me achava linda....
Ela nasceu e eu brincava de boneca, me realizei! Enchi minha casa de rosa, de bonecas, de princesas, de laços, tudo coisas que sempre adorei!
E isso me bastava. Não queria mais filhos, nunca quis. Achava que nunca iria conseguir amar outra criança como amava a Isabela!
Até ser convencida e de tanto marido e filha pedirem, eu tive vontade de ter outro filho. O que me convenceu na verdade foi o fato de não querer que a Isabela fosse filha única. Achava egoísmo da minha parte. Ela merecia um irmão ou uma irmã....
Aí começou a aparecer a vontade de ter outro filho, e sem ter amadurecido a idéia completamente pois no fundo acreditava que não iria acontecer, engravidei....  pá pum.....
Este fato não batia com o fato de que nas minhas brincadeiras de computador , tipo The Sims, aonde eu criava minha família, minha família sempre fora composta da Isabela e do Matheus como filhos, um casal.... o sonho de muitas mães! Talvez isso já fosse um presságio....
Mais uma vez durante minha gestação achava que era menina. Mas era diferente... acho que era mais o meu desejo do que intuição. Eu queria outra menina pela facilidade, pela Isabela, pela companhia pra ela, por minha casa já ser toda preparada para mais uma menininha... e ela se chamaria Marina! Outra princesa!
Mas a Isabela desde o começo dizia que era menino, o Matheus.... ela dizia que o Deuzinho já tinha contado pra ela. E eu não querendo desapontá-la pois achava que era minha intuição dizia que talvez fosse uma menina que seria mais legal, companhia, bla bla bla, mas ela era irredutível:
-  É o Matheus mamãe, o Deuzinho já me contou!
E foi num ultrassom, aos 4 meses e meio que veio o choque, kkkkkkkkkk
No caminho meu marido me disse:
-Está pronta pra descobrir que vai ser mamãe de um menino?
E eu disse:
- Não estou! E não vai ser! É menina, vcs vão ver!
E a hora que a médica disse e mostrou as pernas arreganhadas, eu vi.... um menino! Gelei, o André e a Isabela ficaram extasiados, e eu passada. Eu disse:
- Tem certeza???????????
Todos riram, e eu chorei........ não foi de tristeza......... claro que não. Foi um misto de emoções que eu não sabia descrever, que nunca tinha sentido, emoções diferentes.... medo, medo de ser mãe de um menino!
E este em segundos se transformou em amor... muito amor, em esperança, em curiosidade, em como eu ia lidar com isso! E ver minha filha feliz com a noticia me fez até me arrepender de ter relutado tanto pela decisão de ter outro filho, quanto pela preferência que fosse outra menina.
E o Matheus chegou.... nossa que delícia! Que delícia brincar de carrinhos e bolas ao invés de bonecas e maquiagens! De verdade, é gostoso variar!

Ser mãe da Isabela requer muita sensibilidade, jeitinho, carinho, trejeitos... Preciso me atentar ao que falo, a que roupa escolho tanto pra mim quanto pra ela... sinto que é ter outra de mim fora de mim, kkkkkkkkkkkkk, entende??????
Tenho que pensar que roupa fica bem com que sapato, e o acessório pra combinar... e isso com somente 6 anos de idade!
Ser mãe da Isabela é se dedicar a cartinhas, à letras, ao alfabeto, à filmes da Barbie, à livros... ela passa horas desenhando, colorindo, fazendo cartinhas pras amigas e professoras, pra família... é uma meiguice só e tudo com muito rosa, glitter, Pink, laços, corações......
Ser mãe da Isabela é brincar de princeso todos os dias, é ver aos poucos sua sensibilidade se aflorando, seu instinto maternal se criando. Até as suas últmas bonecas, até pouco tempo atrás suas bonecas eram suas irmãs... eu tinha várias filhas que levávamos sempre aos passeios.... Hoje, desde seu aniversário de 6 anos suas bonecas viraram sua filhas.... minhas netas! É tão fofo de ver isso!
Já ser mãe do Matheus requer muita disposição, resistência, ânimo pra brincar de bola! Não para quieto, quer andar, subir escada, entrar e sair da cozinha zilhões de vezes, comer um boi se deixar, tirar o sapato, tirar a meia, lançar tudoooooooooo que está ao seu alcance longe, dar tapas, meu ogrinho lindo!!!!!!!!!!!!!!!!
Não se atem a nada que não seja a bola, e computador, IPad. Alguns filminhos e jogar tudo bem longe!!!!!!!!! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Adora rir, mas também adora uma birra e uma manha! É muito carinhoso, tanto quanto a Isabela adora um carinho, parece um gatinho quando recebe carinho....
Amo demais estes meus filhos meu Deus, obrigada por ter me mostrado o caminho e me dado a oportunidade de ser mãe destas criaturas tão carinhosas, saudáveis, lindas e amáveis! Sou mesmo muito abençoada!

Ana Paula Soares

11 comentários:

  1. Linda sua história, amei! eu sou mãe de um menino 11 anos que sei tudo de video game,de judô,de bola de gude, de pipa, mas de conversas sensíveis tb..., eu amo ser mãe de menino, acho que por que é sou moleca e adoro jeito descontraido dos meninos, como nunca tive menina, não sei o que é ter a casa toda cheia de barbies srrs!
    um bj
    Patricia do encontrinhodemulher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parabens amiga.
    Ser mãe deve ser tdo de bom e de um casalsinho, deve ser maravilhosooooooo.
    Deus não poderia ser mais bondoso com vc concedendo-lhes dois filhos lindos e saudáveis.
    parabens!
    bjokas!

    ResponderExcluir
  3. Que liiiiindo, Ana!!!
    Você descreveu exatamente a sensação e sensibilidade de ser mãe de ambos os sexos...
    Agora fico aqui na expectativa de saber quem será o meu ou a minha...
    Não enho preferências, quanto menos intuições...
    As pessoas,quase todas apostam em meninA.
    Eu ja sonhei com meninA, mas na loja de babies sempre vou na parte masculininha...vai entender?!
    Mas filho é o maior presente que Deus pode nos dar nessa vida de mulheres que somos...menino ou menina (não há diferenças na forma de amar), é um dádiva poder gerá-los e criá-los, né?
    E seus presentes são a coisa mais fofa e gostosa desse mundo!!!
    Um beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  4. Deve ser muito gostoso ser mãe dos dois.. eu tenho um menino e gostaria depois de uma menina.. se Deus permitir...
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela história, pela família!

    ResponderExcluir
  6. Olá sou nova por aqui .... tava passeando e encontrei vc e claro que quando vi que vc é mãe de uma Isabela eu me encantei (tb sou mãe de uma) e me vi em varias partes do seu post (inclusive a vontade de ter outra menina e não me ver mãe de menino) e saber que tudo muda e saber o quanto a maternidade é magica seja na 1, 2, ou 3 gestação que seja é lindo !!!

    seus filhos são lindos e seu blog tb ....

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Ah! que linda sua história, comigo aconteceu a mesma coisa...só que ao contrário, pois fui mãe de menino primeiro...é realmente uma benção esses nossos filhos!

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu Blog! Parabéns! Também me identifiquei com a parte de "não me ver mãe de menino"... Tenho uma princesa de 1 aninho e sempre que penso em ter mais um só consigo me ver mão de menina... rsrsrs... Adorei ver sua história e saber que sempre tud dá certo!! Beijos e parabéms!

    ResponderExcluir
  9. Olá Ana, ser mãe é tudo de bom ne?! Meu Vicente tem 50 dias. Também imaginava que seria uma menina, mas veio meu meninão que tem nos proporcionado muitas alegrias.
    Bom, deixo para você um site de artigos infantis, espero que goste. www.firstbaby.com.br

    bjos

    ResponderExcluir
  10. nossa quanto tempo eu não entrava aqui.... e vc? saudades dos post.... bjs

    ResponderExcluir
  11. eu particularmente sempre desconfiei que seria pai d'uma menina...e não deu outra, rs.
    é tudo de bom, adoro!!!
    (mas ainda quero um menino, no futuro)
    bom dia, vou ler o resto, licença.
    ;-)

    ResponderExcluir